quarta-feira, 27 de abril de 2011



"O álcool é o gelol da alma."

(André Dahmer)

Estamos todos bêbados - Matanza



Nós estamos todos bêbados
Bêbados de cair
E todos que não estiverem bêbados
Dêem o fora daqui.

Lançava-se ao mar,
o comandante Nobrum
Passava o dia no barco pescando
mas nunca nos trouxe um atum
Tanta sabedoria e prática além do comum
Dizem que se atribuía
a várias garrafas de rum.

Somos amigos em terra
Somos amigos no mar
Juntos fomos à guerra
Juntos estamos no bar.

Nós estamos todos bêbados
Bêbados de cair
E todos que não estiverem bêbados
Dêem o fora daqui.

O açougueiro sem dedo
que trabalhava no cais
Passava o dia fazendo piada
da falta que o dedo lhe faz.

Dizia com riso amarelo: "Ouça bem meu rapaz,
Ao trabalhar com o cutelo nunca beba demais".

Somos amigos em terra
Somos amigos no mar
Juntos fomos à guerra
Juntos estamos no bar.

Nós
Estamos todos bêbados
Bêbados de cair
E todos que não estiverem bêbados
Dêem o fora daqui.

Marquade alimentava as caldeiras do velho vapor
A despeito do vento, sufocava o calor
O teto de ferro fundido, sol direto na chapa
Tudo já resolvido com duas garrafas de grapa.

Somos amigos em terra
Somos amigos no mar
Juntos fomos à guerra
Juntos estamos no bar.

Nós
Estamos todos bêbados
Bêbados de cair
E todos que não estiverem bêbados
Dêem o fora daqui.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Mares de Cerveja - Wander Wildner



O sol nos esclarece
Esqueço o escuro e saio
Espuma transbordando
De canecos de coragem.

A Terra nos protege
O resto eu mesmo faço
Mares e maremotos
Sonhos que não vão dormir.

Um dia bom me basta
Desde que abasteça
Meu navio vagabundo
Com tempo pra vadiar.

Mares de esquecimento
Onde navega cegos
Ondas evaporadas
Navegando sobre o mar.

Reconquistar a força pra remar
E navegar em mares de cerveja
Embebedar o medo de arriscar
E navegar em mares de cerveja.

A busca nos persegue
O mistério nos cerca
A mosca explora o mapa
Que nada significa.

Motim na minha cabeça
Naufragam velhas rotas
Ilhas de descobertas
Coisas que ninguém explica.

Reconquistar a força pra remar
E navegar em mares de cerveja
Embebedar o medo de arriscar
E navegar em mares de cerveja.

Open Bar - Gustavo e Fabiano

* Começarei a postar a partir de hoje algumas músicas de cunho alcoólatra para o deleite de muitos, serão letras dos mais variados estilos, isso para demonstrar como a bebida é um símbolo universal. Aprecie sem moderação!



Quem gosta da cachaça pode aproveitar,
que hoje a festa é open bar
gatinha pode beber, vamos zuar,
que hoje a festa é open bar
200 caixas de bohemia,
tem mais 100 de original,
600 litros de cachaça regional,
12 caixas de tequila com muito limão e sal,
mistura black label, água de coco natural.

Quem gosta da cachaça pode aproveitar,
que hoje a festa é open bar
gatinha pode beber, vamos zuar,
que hoje a festa é open bar
200 caixas de bohemia,
tem mais 100 de original,
600 litros de cachaça regional,
12 caixas de tequila com muito limão e sal,
mistura red label, água de coco natural.

Quem gosta da cachaça pode aproveitar,
que hoje a festa é open bar
gatinha pode beber, vamos zuar,
que hoje a festa é open bar.

Quem gosta da cachaça pode aproveitar,
que hoje a festa é open bar
gatinha pode beber, vamos zuar,
que hoje a festa é open bar.

Quem gosta da cachaça pode aproveitar,
que hoje a festa é open bar
gatinha pode beber, vamos zuar,
que hoje a festa é open bar.

"Álcool é o photoshop líquido."


domingo, 17 de abril de 2011

"Nas vitórias, é merecido...


...mas nas derrotas, é necessário."

(Napoleão Bonaparte)

domingo, 10 de abril de 2011


"O uísque é o melhor amigo do homem, ele é o cachorro engarrafado."

(Vinícius de Morais)